3 de agosto de 2011

Às minhas eternas amizades


Bateu uma saudade... uma saudade de todo mundo que, mesmo estando longe, mesmo não vendo há séculos, todo mundo que eu posso realmente chamar de amigo.
Todo mundo que foi importante para mim um dia e, por isso mesmo, continua sendo importante hoje, pela força que uma memória tem de me fazer diferença, pela capacidade que o passado tem de ter me feito diferente hoje.
Tenho um sentimento saudoso por tudo o que não vivi com as pessoas que eu deveria ter aproveitado mais.  Aquela que mudou de cidade, aquela que voltou para onde veio, aquela que, mesmo estando na mesma cidade, tem a vida tão corrida... e também aquela que, por conta da minha própria correria, eu não consegui mais ver.
Mas essa saudade, ao mesmo tempo que dói... essa saudade é linda. É um sentimento que aperta no peito, mareja os olhos, mas é colorido em gratidão sem fim.
Esse sentimento ainda persiste e eu dedico como uma flor àqueles que continuam em minha vida pela força de uma amizade infinita.

Autora: Érica Marina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget